DICAS



A PILOTAGEM

- Introdução:
Pilotar um kart é totalmente diferente de pilotar um carro comum. O kart não possui marcha, os únicos recursos são acelerador e freio. O diferencial é um mecanismo presente em todos os carros, que tornam independente o movimento das rodas em um mesmo eixo, permitindo que numa curva, a roda de dentro gire menos que a de fora, uma vez que os raios de curva são diferentes para cada roda de um mesmo eixo. Como as rodas traseiras de um kart são fixas no mesmo eixo (sem o diferencial), na curva você tem que diminuir a velocidade e evitar a derrapagem traseira, para que não lhe custe tempo e prejudique sua performance na pista. Lembre-se que a concentração de peso na traseira do kart aumenta ainda mais esta tendência. Quem começa no kart é bom saber que qualquer piloto busca o melhor tempo com a maior constância na prova. Não adianta acelerar e errar diversas vezes. Qualquer piloto necessita buscar seu limite, saber ser rápido sem cometer erros, é o objetivo final. Respeite o adversário. Se for retardatário deixe o adversário lhe ultrapassar, não atrapalhe a corrida do oponente. Veja o traçado que ele faz, aprenda, treine, para depois disputar as melhores colocações. Lembre-se: kart indoor é um entretenimento de competição que requer técnica. Tenha paciência para desenvolvê-la.  

- Posição do banco:
A posição ideal do banco é aquele onde os braços do piloto façam um ângulo entre 90 e 100 graus. As pernas devem permanecer flexionadas. O piloto deve aliar conforto com o equilíbrio.  

- Treino:
Use as duas primeiras voltas do treino para aquecer bem os pneus. Um kart com pneu frio não faz boas voltas.

- Acelerar na curva?
Um assunto muito debatido entre os pilotos é sobre a aceleração em curva, já que muitos, principalmente no kart indoor, não tiram o pé do acelerador .A melhor forma de fazer a curva é frear no menor tempo possível, tirando o pé do acelerador, e voltar a aceleração rapidamente.